segunda-feira, 18 de maio de 2009

Passageiros

Passageiros
(Passengers, 2008)


Direção: Rodrigo García
Gênero: Ação/Suspense
Duração: 93 minutos
Elenco: Anne Hathaway, Patrick Wilson, Andre Braugher, Dianne Wiest, David Morse, Clea DuVall.




Sinopse:


Após a queda de uma avião, uma jovem psicóloga Claire (Anne Hathaway) é escalada para dar apoio psicológico aos que sobreviveram ao acidente aéreo. Na medida em que conhece suas memórias relacionadas ao acidente, a psicóloga fica particularmente intrigada por Eric (Patrick Wilson), o mais enigmático dos sobreviventes. Quando os passageiros começam a desaparecer misteriosamente, Claire desconfia que um deles pode ter a resposta do mistério.

Análise:

Este é mais um thriller psicológica intrigante. Mesmo com uma história fraca e batida, o contexto deixa o filme interessante e curioso.
O relacionamento da psicóloga Claire com seus pacientes é rodeado de mistérios e intrigas. Depois de um acidente de avião, ela fica responsável por um grupo de sobreviventes com problemas traumáticos. Este envolvimento fica bastante complicado e difícil a medida que seus pacientes vão sumindo sem deixar vestígios, e pistas de que o acidente não foi bem o que se imaginava aparecem enquanto ela se aprofunda no assunto.
Para completar a trama, seu envolvimento com Eric, um dos envolvidos no acidente, acaba passando dos limites estabelecidos pela jovem, e as diferenças entre a psicóloga e seus pacientes ficam cada vez menores, invertendo os papéis durante diversas vezes.
O filme não é tão simples quanto parece, nem tão óbvio. Na medida que ele vai se alongando, cenas do acidente vão sendo reveladas, e a verdade aparece aos poucos. O suspense também faz um papel fundamental na trama, e a deixa mais emocionante e tensa.
As relações humanas estabelecidas pela protagonista, e o aparecimento repentino de certos sujeitos contribuem para que "Passageiros" faça uma boa mescla entre a ação e o suspense. Tudo em 1 hora e meia de duração, o que não deixa o filme cansativo, aliado a sua boa história.
As atuações de Anne Hathaway e Patrick Wilson também são bastante convincentes, e ajudam ainda mais no contexto final. Tudo isso, unido a um final diferente e inesperado, fugindo completamente da trama inicial e dando um ar de surpresa. Para algumas pessoas este final pode ser meio confuso, mas é exatamente o que vai parecer, mesmo que não pensemos possível depois de tanto tempo em um contexto diferente.
O filme é bom, cativante e tenso ao mesmo tempo. Uma mistura de ação na medida certa com um suspense psicológico bem elaborado. Vale a pena conferir "Passageiros".


Nota: 7,5

18 comentários:

  1. Esse filme concerteza me surpreendeu.. recomendo!

    ResponderExcluir
  2. me responde uma coisa... ela está morta ou não? Como ela viveu aquilo tudo com éric? Estavam mortos já? Se conheceram no avião e viveram aquilo mortos? Eu achei tudo muito confuso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eles se conhece no avião ele sentou do lado dela

      Excluir
  3. Doido doido eu to aqui filme confuso ... entendi que eles morreram e viveram aquela historia mortos..
    Aquelas pessoas eram sinais pra ela percebe que estavamorta ....

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. na vdd eles são mesmo um grupo o mesmo q estava no acidente inclusive a psicóloga, e na medida em q eles aceitao q estão mortos, eles desaparece, enquanto eles n entende isso pessoas da família deles q já moreram voltam para ajudar eles a fazer a passagem

    ResponderExcluir
  6. Filme demais atores excelentes ... Filme ótimo pra quem gosta de pensar... De pensar na vida e q vale a pena se entregar num amor e que pode realmente existir vida apos a morte,.

    ResponderExcluir
  7. O filme acabou de passar no corujão da globo hj dia 18/10/2014 essa atriz e perfeita em qualquer papel q ela faz show vale a pena sempre rever

    ResponderExcluir
  8. Adorei o filme, suspense até o final, faz pensar bastante e por fim nos faz refletir sobre a vida...

    ResponderExcluir
  9. Só não entendi, se todos estavam mortos, como ela se relacionava com a tia e com o suposto chefe dela? Ela não conhecia a tia? Ela não sabia que ambos já eram mortos? Já que os outros passageiros encontravam seus familiares já falecidos e tinham medo, pq sabiam que eles já tinham morrido. Filme bom, porém confuso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No início eles não reconheciam os parentes, o Erik não reconheceu o Avô e fugiu dele... Depois que ele aceitou que estava morto... Assim aconteceu com os outros... Ela não reconheceu a tia e o professor... Eles estavam pra ajudar ela aceitar a morte.

      Excluir
  10. Acabei de ver o filme, e assisti quando vi que passava no corujão de hoje na globo. Não esperava que fosse assim, me surpreendeu.

    ResponderExcluir
  11. Muito lindo o filme... Uma história que realmente intriga, e nós faz entender algumas coisas...

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. História linda, amo amo. Acabou de ser reprisado no Corujão, sempre dou sorte de assistir. SPOILER - Para aqueles q não creem ou não conhecem teorias do Espiritismo, é um filme confuso, tlvz não faça tanto sentido. Todos os passageiros morreram na queda, inclusive a psicóloga q tb estava no voo. Mas o choque do acidente faz c q mtos percam a lembrança do mesmo, passando a ser ajudados por amigos ou familiares tb já mortos (q não conseguem reconhecer ou misturam papéis a princípio) a se lembrarem e entender uq está acontecendo. Conforme se dão conta, vão seguindo p "outros planos", enqt os q ficam pensam q eles desapareceram. A psicóloga é a mais resistente e mais perdida na história pq não se lembra nem q tb estava no voo, começando a elaborar teorias de conspiração e a ficar paranoica (influenciada pelas histórias dos outros passageiros q estão confusos).

    ResponderExcluir